• Rafaella Galardo

Acessível e chique: dicas de decoração sem gastar muito

Utilizando bem a iluminação, cores e espelhos você pode modificar os ambientes sem gastar muito.

reforma

Fellipe LimaSetorização do ambiente com cores no tapete blocos cromáticos na parede e forro letreiro em neon.

Além da bagunça e sujeira que causa, um grande problema na hora de  reformar a casa é manter os gastos dentro do orçamento. Pensando em quem deseja mudar o ambiente sem gastar muito, o iG Delas traz algumas dicas da arquiteta Thaisa Bohrer.

Para reformar a casa sem gastar muito, podemos explorar alguns pontos como as cores e a iluminação. A escolha de  plantas e alguns itens de decoração também são importantes, pois esses são itens básicos para realmente transformar a atmosfera dos espaços.

“Os itens soltos podem ser adquiridos e trocados facilmente, como escolha de quadros, composição de almofadas, mantas ou capas para o sofá, tapetes, entre outras. Nas áreas externas um deck modulado que forre a varanda garante uma estética mais natural para o espaço.”, explica a arquiteta.

Além da bagunça e sujeira que causa, um grande problema na hora de  reformar a casa é manter os gastos dentro do orçamento. Pensando em quem deseja mudar o ambiente sem gastar muito, o iG Delas traz algumas dicas da arquiteta Thaisa Bohrer.

Para reformar a casa sem gastar muito, podemos explorar alguns pontos como as cores e a iluminação. A escolha de  plantas e alguns itens de decoração também são importantes, pois esses são itens básicos para realmente transformar a atmosfera dos espaços.

“Os itens soltos podem ser adquiridos e trocados facilmente, como escolha de quadros, composição de almofadas, mantas ou capas para o sofá, tapetes, entre outras. Nas áreas externas um deck modulado que forre a varanda garante uma estética mais natural para o espaço.”, explica a arquiteta.

Iluminação

quarto

DivulgaçãoAdaptação do Home Scholling no quarto das crianças

Para a adaptação do quarto das crianças para o homescholling (Ensino doméstico), por exemplo, lembre-se de escolher uma iluminação adequada e também o mobiliário apropriado.

“Quando falamos de uma iluminação bacana, vale a pena conhecermos a temperatura de cor das lâmpadas, elas basicamente determinam o “humor” dos ambientes. Por exemplo, a luz branca é direcionada aos ambientes de trabalho que demandam abundância de fluxo luminoso para desempenho das atividades. Já a luz amarela é ideal para os ambientes que demandam maior conforto visual”, explica a arquiteta.

Espelhos e cores

Aplicação de espelho em algumas paredes e estofado com cores complementares

Divulgação/Construtora PrestesAplicação de espelho em algumas paredes e estofado com cores complementares

A aplicação de espelhos é um truque interessante, pois, além de agregar charme, faz os ambientes parecerem mais amplos.

Papel de parede compõe o ambiente, com persiana, a pintura e se complementa com as almofadas e o tapete.

Construtora FranzolinPapel de parede compõe o ambiente, com persiana, a pintura e se complementa com as almofadas e o tapete.

Para as cores devemos pensar que, além do humor, as cores em determinados planos podem achatar, alongar, comprimir ou expandir os ambientes. Nos tetos, pisos e paredes, a utilização de listras, barrados e pontos focais, influenciam muito na relação com os espaços.

Fonte: delas.ig.com.br

#decoração

0 visualização0 comentário